Geografia e Geógrafos


Gould, Peter (1985:14 e 15) no seu livro "The geographer at work" ilustra a imagem da geografia na sociedade afirmando que a maioria das pessoas não sabe o que é a geografia e o que fazem os geógrafos.
O livro começa com a história de uma festa, onde se estabelece a seguinte conversa:

- O que fazes?
- Oh - respondi agradecido - Sou geógrafo. Ao dizê-lo senti como que se a superficie firme e segura se desmoronasse. Não havia necessidade de fazer a próxima pergunta, mas fê-la!
- Geógrafo!?!
- Sim, isso mesmo... Geógrafo. Respondi com toda a segurança entusiasta que sai facilmente da boca de um médico, engenheiro, piloto, camionista...
- Geógrafo!? A sério? E o que fazem os Geógrafos?

A maioria das pessoas recua aos anos de estudante e relaciona a Geografia com os mapas, os nomes dos rios, continentes, montanhas, países, capitais de países, etc.

A Geografia é mais do que isto, o objecto de estudo da geografia é muito mais amplo e abarca temas como o Ambiente, Ordenamento do Território e planeamento estratégico, desenvolvimento económico, gestão de projectos, avaliação de políticas públicas, turismo, Sistemas de Informação Geográfica, Cartografia digital, análise estatística, entre outros.

Historicamente, a Geografia sempre se caracterizou pela sua operacionalidade. O Homem, ao longo dos tempos, usou os conheciemntos geográficos para se aventurar a ir por lugares que até então desconhecia.


As condições sociais do mundo actual mostram-nos que a competitividade e a inovação estão na ordem do dia, razão pela qual a Geografia mudou agora de paradigma, podendo desempenhar um papel primordial na sociedade, enquanto ciência de encruzilhada entre as Ciências da Terra e as Ciências Sociais e Humanas.

Analisar a realidade, entender os seus problemas e apresentar possíveis soluções é, hoje em dia, o melhor papel que a Geografia e os Geógrafos podem desempenhar na sociedade.

Jorge Gaspar (geógrafo) deixa algumas recomendações a quem queira seguir a profissão:

  • Obter uma formação de base o mais abrangente e equilibrada possível, valorizando componentes dos vários campos científicos;
  • Praticar sempre a interdisciplinaridade;
  • Valorizar o mais possível na formação e na prática profissional, o trabalho de campo;

  • Procurar manter uma ligação da prática profissional à investigação científica e, se possível, não perder o contacto com o ensino, com os jovens;

  • Nunca assumir a Geografia nem como o centro dos saberes, nem como uma disciplina periférica.

Desde, 2001 que a Legislação Portuguesa reconhece a profissão através do Despacho nº 20 160/2001.

No Geographus.com (Plataforma de internet para Geógrafos Portugueses) pode-se encontrar um extenso mas bom artigo sobre a Geografia e os Geógrafos.

O Colegio de Geógrafos de Andaluzia tem um dossier sobre a actividade dos Geógrafos, quer no sector público quer no sector privado.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desterritorialização e Reterritorialização

Mapa geológico completo de Portugal e Espanha

II JORNADAS DE TURISMO MILITAR