Notas sobre Informação Geográfica no ESLAP 2009

Ontem o AE esteve em Lisboa, no ESLAP 2009.


Este encontro, iniciativa do Grupo para a Exploração de Software Livre, no âmbito da Informação Geográfica, GESLIG, do Instituto Geográfico Português, Colégio de Engenharia Geográfica da Ordem dos Engenheiros e o Centro de Tecnologias de Informação do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, pretendeu divulgar as potencialidades do software livre na Administração Pública, nomeadamente nas áreas da informação Geográfica, do Cálculo científico em Engenharia e Gestão.


Primeiro que tudo, importa dizer que o Software Livre refere-se não só ao facto de ser grátis, mas também à liberdade dos utilizadores executarem, copiarem, distribuírem, estudarem, modificarem e aperfeiçoarem o software. Algumas vantagens do uso de SL prendem-se com o seu carácter colaborativo; integração com outras soluções; independência de monopólios comerciais; utilização mais racional de recursos; maior diversidade de soluções porque o utilizador para além de utilizar pode também participar no processo de construção do software; redução de custos.

Foram apresentados vários case study de programas de software livre desenvolvidos em Portugal, Espanha e França, entre eles destacamos:


- Henrique Silva (IGP) salientou a importância do MIG Editor de Metadados para Informação Geográfica- tem como objectivo produzir metadados para o catálogo da Infra-estrutura de Dados Espaciais Nacional (SNIG) segundo a Directiva Inspire.


- Danilo Furtado (IGP) apresentou o Serviço de m@pas online criado em 2006, pelo IGP, segundo as normas da Directiva INSPIRE, do Open Geospatial Consortium (OGC) e a filosofia de software livre, tem como objectivo divulgar e disponibilizar ao público a visualização, identificação e acesso aos dados produzidos pelo IGP através de serviços WEB de Informação Geográfico.


- Teresa Batista (AMDE) e Rafael Ramos (Junta da Extremadura) apresentaram a IDE- OTALEX que é uma Infraestrutura de Dados Espaciais que permite aceder através da Web a toda a informação territorial e cartográfica de todos os parceiros do projecto. Esta IDE visa dar a conhecer, numa perspectiva contínua, a realidade do território transfronteiriço, composto pelas regiões do Alentejo (Portugal) e da Extremadura (Espanha).


- Outra iniciativa que marcou presença e que já tivemos oportunidade de conhecer no V Colóquio de Geografia de Coimbra, em Dezembro de 2008, foi o GvSIG da Generalitat Valenciana - um sistema de informação geográfica open source criado pela Comunidade Valenciana. O gvSIG é distribuído sob a licença GNU GPL. Permite aceder a informação vectorial e matricial assim como a servidores de mapas que cumpram especificações do Open GIS Consortium: WMS (Web Map Service), WFS (Web Feature Service), WCS (Web Coverage Service), Serviço de Catálogo e Serviço de Nomenclatura. A versão corrente do gvSIG, disponível em diversos idiomas (incluindo português) e pode ser executada em ambientes Windows, Linux e Mac OS X.


Outro dos temas retratados foram as ferramentas ligadas ao Web Mapping, entre outras, destaca-se a PostgreSQL/PostGis, GeoServer e MapServer - o objectivo foi salientar a utilização destas ferramentas open source na publicação e gestão de cartografia on-line através de um GeoPortal.

Comentários

Andreia Heleno disse…
Parabéns pelo vosso blog!
Acho bastante interessante e importante as abordagens geográficas que fazem, assim como a promoção de outras actividades geográficamente relevantes.
Quanto ao ESLAP, tomei conhecimento atravez do blog e tive oportunidade de participar e valeu a pena, pois há-que ter em conta a crescente importancia dos softwares livres na sociedade em geral.
Continuação de bom trabalho, pois pretendo acompanhar-vos ;)
Lisete Osório disse…
obrigada pelo incentivo e nos acompanhares! Os teus comentários e opiniões serão sempre benvindos!
Beijos

Mensagens populares deste blogue

Desterritorialização e Reterritorialização

Mapa geológico completo de Portugal e Espanha

Mapas Isométricos