domingo, 28 de junho de 2009

Uns dias em São Miguel (Açores)





A ilha é belíssima para os amantes da natureza. Não é por acaso que lhe chamam “ilha verde”. Para onde quer que vamos e onde quer que estejamos a paisagem é marcada por várias tonalidades de verde (das diferentes tipos de vegetação) e azul… o azul do céu confunde-se com o límpido azul do Atlântico…!

Para conhecer a ilha, o melhor é alugar um carro e partir à descoberta. Há locais maravilhosos para contemplar e descobrir que por vezes, não estão referenciados nos guias turísticos. Cerca de 3 ou 4 dias é suficiente para conhecer toda a ilha e reservar 1 ou 2 para desfrutar calmamente da beleza imensa deste cantinho implantado no Atlântico.

Ponta Delgada consegue ser uma mescla de cidade cosmopolita e de cidade pequena e familiar. As ruas, salpicadas de branco e preto (basalto) juntamente com os edifícios contornados de preto) compõem a sua traça principal.

A gastronomia local... é uma delicia ! Alguns pratos muito servidos na ilha, como a morcela com ananás, o cozido de bacalhau, o bife de albacora, batata doce, “franganito”, queijadas de Vila Franca, “fofas da Povoação”, feijão assado, lapas, cracas, o delicioso gelado de canela do “Caís 24” … enfim, uma maravilha!

É possível visitar as plantações do ananás na Fajã de Baixo, junto a Ponta Delgada, e as fábricas do chá de Porto Formoso e da Gorreana e, onde nesta última se pode visitar o espólio antigo da fábrica e fazer provas de chá.


Lagoas – há várias e muito muito bonitas! (as mais conhecidas – Sete Cidades, Santiago, Lagoa do Fogo, Lagoa das Furnas). As menos conhecidas - Lagoa de São Brás no cimo da montanha, e a lagoa do Congro, no fundo de um vale repleto de vegetação exuberante contornada por um caminho íngreme… Para os mais aventureiros é do melhor)!

As Furnas são muitíssimo fascinantes mas mais alvo de turismo, pelo que sempre encontrarão mais pessoas e confusão que nos outros lugares. Se lá forem não deixem de provar o famoso “cozido das Furnas”, que servem nos vários restaurantes da vila e demora 6 horas a cozer nos buracos! Nós optámos pelo "Tony’s", por recomendação de amigos.

Praias de areia preta e pequeninas! as melhores dos Açores são as da ilha de Santa Maria (eles dizem que são o “Algarve dos Açores”!). Em São Miguel, as melhores são as da Ribeira Quente e a da Praia do Pópulo na costa sul da ilha.

Devido à actividade vulcânica é também possível banharmo-nos em águas quentes, mais no interior da ilha… a Caldeira Velha … uma piscina natural mais selvagem e com água quente… um verdadeiro “mimo dos deuses” e a da “ Poça da Beija” nas Furnas.

Em todas as estradas à Miradouros – vale a pena parar em todos eles e desfrutar da paisagem, da calma e do cheiro agradável a hortênsias que modelam as estradas de toda a ilha. As estradas são também elas só por si belíssimos miradouros para admirar a paisagem e o modus vivendi...

....A natureza … aquelas montanhas lindas de cortar a respiração quer pela imponência, quer pelo manto verde e formas que apresentam, a música maravilhosa dos pássaros, grilos, sapos,… são uma autêntica maravilha natural!

É uma viagem que recomendo, vale a pena!

Bem, não me ocorre de momento mais em que vos falar, caso queiram saber mais algum aspecto digam que eu respondo!

2 comentários:

Angela disse...

hummmm que inveja! realmente fiquei mesmo com uma dúvida...porque é que não me levaram na mala com vocês!?!?!??!
Por acaso este ano tive a sorte de ir lá, a ilha do Pico e Faial e realmente fiquei surpresa pelos tons de verde como tu dizes e sobre tudo porque adoro a cor do basalto, e as formas que lava deixou ...parece-me uma mostra de que a terra tem tanta vida...
Linda a viagem, obrigada por partilhar!
Beijo!

Lisete Osório disse...

:D humm... uma companhia como a tua nao vai na mala... vai ao nosso lado!!!
Adorei as diferentes tonalidades de verde e azul que se chegam a mesclar e confundir...
Para nós é uma verdadeira "aula viva" de ciências naturais por todo o legado natural que encerra. As Furnas são um lugar mágico... lá a crosta terrestre é mt fina e consegues ouvir o magma a borbulhar, por baixo dos teus pés, e ver as fumaloras... é uma verdadeira "monstra de que a terra tem tanta vida" como disses!
Na Costa Sul podes ver a lava fossilizada com diferentes formas... é magnifico!
Por toda a ilha de São Miguel sentes uma tranquilidade e paz de espirito enorme... é dificil descrever... Sente-se!
Sente-se uma força natural, telúrica que mexe ctg e à qual não ficas indiferente e acabas por entrar em comunhão com ela... enfim.. vim Apaixonada e com mt vontade de voltar...
Beijo grd!