sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Calcular a geodiversidade


Uma das áreas de trabalho do Geógrafo é o estudo da geomorfologia. Uma área chave para compreender a evolução de uma determinada paisagem ao longo de milhares de anos e também para conhecer o impacto ambiental que uma determinada actividade humana provoca e os riscos naturais que lhe estão inerentes.
Ramón Pellitero, investigador do Departamento de Geografia da Universidad de Valladolid (Espanha), na sua tese de doutoramento pretende estabelecer e testar um método para o cálculo da geodiversidade, ou seja, o número e variedade de elementos geológicos presentes na actualidade na Montanha Palentina (Cordilheira Cantábrica).

Cordilheira Cantábrica

A novidade da tese está na criação de uma fórmula que permita calcular a geodiversidade, como o autor refere: “La diversidad natural es la suma de la biodiversidad y de la geodiversidad, algo que hasta ahora no se sabe calcular. Lo que hacemos es sumar factores que creemos que tienen importancia en la geodiversidad, por ejemplo la variedad de suelos, las formas de relieve, los depósitos o los procesos que hay activos, como las caídas de bloques o el hielo-deshielo. De este modo sacamos la geodiversidad, es un método basado también en cálculos de biodiversidad, que son muy parecidos pero aplicados a especies de plantas y animales”.
A tese baseia-se no estudo do relevo da montanha Palentina para analisar como evoluiu a paisagem e o clima, entre outros aspectos, nos últimos 18.000 anos (momento da última glaciação). Por exemplo, a localização de glaciares rochosos revela a existência de temperaturas médias de 4º graus no momento da sua formação. Se esta datação for possível, podesse deduzir as condições ambientais da área de estudo nesse momento.
Com a recolha dos dados no terreno e a ajuda dos SIG's, o investigador pretende construir mapas geomorfológicos complexos que sirvam, entre outros aspectos, para saber que lugares são mais importantes geomorfologicamente e se devem por isso proteger.

Este estudo, com data de conclusão prevista para 2011, assume-se como um importante passo para medir a geodiversidade da área e ajudar no campo do planeamento e ordenamento do território.
O planeamento actual da área pode ser condicionado ou não pela importância geomorfológica e pelos seus potenciais condicionalismos naturais. puede servir para conocer el impacto natural de determinados usos e instalação de infra-estruturas. Por outro lado, este tipo de trabalho pode também aplicar-se à prevenção de riscos naturais.

Sem comentários: