sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Moradores de cidade italiana utilizam tecnologia baseada na web 2.0 para criar mapas personalizados


Recorrendo a tecnologias da web 2.0, a autarquia de Turim desenvolveu uma aplicação que permite aos habitantes da cidade do norte de Itália criarem os seus próprios mapas personalizados. Dessa forma, todos podem apresentar e compartilhar os seus locais preferidos.


Baseada no Google Maps, a aplicação permite aos habitantes criar mapas originais da localidade, nos quais podem incluir pontos de interesse, percursos ou definir uma determinada área da cidade.

Para garantir a protecção da identidade dos usuários, esses mapas apenas podem ser criados por quem está inscrito no Torinofacile, um portal da autarquia onde se encontram todos os serviços electronicos do município. Através desse portal, os cidadãos podem criar uma entidade on-line, que é depois utilizada para facilitar o acesso aos serviços.

No caso do aplicativo MappaTO, apenas esses usuários podem criar e compartilhar mapas, que depois optam por tornar públicos ou restritos a um pequeno número de cibernautas, indicados pelo próprio.

Além de ser baseado em uma API do Google Maps, a outra tecnologia utilizada no projeto está relacionada com os servidores com uma aplicação de linguagem PHP. Essa aplicação baseia-se em três módulos diferentes: gestão da navegação e funcionalidades de implementação, um motor de localização geográfica para gerir os pedidos de XML e um módulo de backoffice que disponibiliza aos editores funções relativas à gestão dos usuários.

O serviço conta hoje com uma média de 200 usuários diários.

Link: Cidade de Turim

Fonte: iGOV

Sem comentários: