Recenseamento Agrícola 2009



O Instituto Nacional de Estistica (INE) irá realizar o Recenseamento Agrícola 2009, inquérito obrigatório nos países da União Europeia, dirigido a todos os agricultores portugueses com o objectivo de conhecer as principais caracteristicas da agricultura portuguesa com vista à definição da aplicação dos Fundos Comunitários.

Em Portugal arranca em Novembro por todo o território nacional e prolonga-se até Maio de 2010.


Segundo o Instituto Nacional de Estatística, o recenseamento vai abranger as explorações cuja superfície agrícola utilizada é igual ou superior a um hectare e aquelas que, apesar de terem uma superfície menor, vendem parte da sua produção ou têm uma unidade de produção superior a certos limiares físicos (no caso de produção intensiva de tabaco, lúpulo, algodão e certos produtos hortícolas o limiar é meio hectare). Entre os aspectos a ter em conta no levantamento de dados figuram a localização, a forma e o sistema da exploração agrícola, as máquinas, o equipamento e a mão-de-obra.

Além do recenseamento, serão realizados inquéritos por amostragem à estrutura das explorações agrícolas em 2013 e em 2016, sendo nesses casos os montantes máximos de comparticipação comunitária metade dos previstos para a operação de recenseamento.

Segundo o Regulamento nº 1166/2008 do Parlamento Europeu e do Conselho relativo aos inquéritos sobre a estrutura das explorações agrícolas e ao inquérito aos modos de produção agrícola, os recenseamentos nos vários países da UE vão permitir comparar "as práticas de gestão" neste sector.

O Conselho Europeu - que a 19 de Dezembro de 2006 reconheceu a necessidade de dispor de dados sobre as actividades agrícolas em toda a União para melhorar a "aplicação de medidas relacionadas com o desenvolvimento rural" no âmbito do "apoio ao desenvolvimento rural pelo Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (Feader)".

Segundo o Parlamento e o Conselho Europeus, a obtenção de dados deverá "fornecer estatísticas suplementares para o desenvolvimento da política agro-ambiental e para melhorar a qualidade dos indicadores agro-ambientais" comunitários, o que ajudará a definir "a orientação da política agrícola na Comunidade".


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Desterritorialização e Reterritorialização

Mapa geológico completo de Portugal e Espanha

Mapas Isométricos