Douro: um destino enoturistico emergente





Declarado em 2001, pela UNESCO Património da Humanidade, o Douro é a região vinícola mais antiga do mundo, com 255 anos.
Toda a região é um convite à descoberta. De carro seguindo o serpentear do rio ou atravessando vilas e aldeias, de comboio, junto às margens do rio ou abordo de um barco, é possível respirar os cheios durienses e apreciar os contornos mágicos da paisagem.
Os roteiros para visitas são infindáveis, desde as visitas a quintas ligadas à produção de vinho do Porto e de mesa, até aos mais recentes núcleos de arte rupestre do rio Côa, passando por algumas propostas hoteleiras de muito bom nível, spas e de viagens de barco ou comboio com um enquadramento paisagístico fabuloso. A gastronomia regional casa-se perfeitamente com o vinho generoso e com os cada vez mais bem cotados vinhos de mesa durienses.




Comentários

Sérgio Mateus disse…
Sem dúvida um grande destino turístico. Um novo tipo de turismo que só há pouco tempo descobrimos que tem sucesso.
Lisete Osório disse…
Um destino turistico que começa agora a complementar o turismo rural, com o enoturismo e as visitas a adegas e quintas da região.
Hoje em dia, já muitos produtores da região tiveram visão de futuro e começaram a apostar no enoturismo como uma nova fonte de ingressos para o seu negocio!

Mensagens populares deste blogue

Desterritorialização e Reterritorialização

Mapa geológico completo de Portugal e Espanha

Mapas Isométricos